AGRO GURINHATÃ – O presidente do Sindicato Rural de Gurinhatã, Adriel Guedes orienta aos associados e demais criadores com respeito a mais uma campanha de vacinação animal. Com uma pecuária forte e rebanho bem cuidado nas propriedades rurais do Município, Gurinhatã também começou a vacinar seu rebanho contra a Brucelose.

De acordo com o IMA, produtores que possuem em seus rebanhos fêmeas bovinas e bubalinas de 3 a 8 meses têm até 30 de junho para providenciar a vacinação contra brucelose de suas bezerras. A medida é obrigatória e deve ser cumprida todo ano a cada semestre. No estado, o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), supervisiona a vacinação, em consonância com as diretrizes do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT).

O produtor é obrigado a declarar a vacinação contra brucelose ao IMA, de acordo com a legislação. Ao final de cada semestre, o produtor tem até o 10º dia do mês subsequente para realizar a entrega dos atestados de vacinação contra brucelose ao IMA. Na prática, as vacinações realizadas no primeiro semestre deverão ser declaradas ao IMA até o dia 10 de julho. Já as vacinações do segundo semestre, declaradas até o dia 10 de janeiro.

Fonte: IMA

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here